Conheça as perguntas mais frequentes sobre a cirurgia bariátrica
Equilibrium - Centro Terapêutico da Obesidade
Telefone Equilibrium Facebook

Academia

Academia completa, atividade física personalizada, acompanhamento individual e em grupo.

Conheça as perguntas mais frequentes sobre a cirurgia bariátrica

Data: 29/04/2019

Hoje vamos falar sobre as dúvidas mais comuns que as pessoas têm em relação à cirurgia bariátrica e desmitificar pensamento que são associados a este procedimento. Lembre-se que toda dúvida mais deve ser sanada por um médico da área e que a cirurgia bariátrica precisa contar com a participação de uma equipe interdisciplinar para que seu resultado possa ser satisfatório e permanente.  Tem mais dúvidas? Envie nos comentários para que possamos responder nos próximos posts.

 

  1. É necessário abrir o abdômen para realizar a Cirurgia da Obesidade?

Na cirurgia aberta, convencional, é necessário abrir o abdômen. Hoje dispomos também do método vídeo-laparoscópico para realizar a cirurgia da obesidade, que pode ser realizada por vídeo. Portanto, não há necessidade de abrir o abdômen, desde que o paciente opte pela cirurgia de vídeo.

  1. Todas as operações emagrecem de forma igual?

Não. As cirurgias restritivas, tipo banda gástrica, são as que menos emagrecem. As disabsortivas são as que mais emagrecem, porém as complicações a longo prazo são maiores. As mistas ou cirúrgica de Fobi-Capella ficam em um patamar intermediário, com perda de peso em torno de 50% e complicações de curto a longo prazo.

 

  1. Há riscos na cirurgia?

Toda a cirurgia possui algum risco, e a cirurgia da obesidade, que é uma cirurgia de grande porte, não é uma exceção. Entretanto, o risco é menor que na maioria das cirurgias. Além disso, os riscos da operação são muito menores que os da obesidade sem tratamento. O cirurgião poderá explicar detalhadamente os riscos da cirurgia.

 

  1. A cicatriz cirúrgica é grande?

O tamanho da cicatriz cirúrgica é variável, depende muito das condições do campo operatório, mas normalmente é de 10 cm a 15 cm.

  1. Como funciona a perda de peso?

A cirurgia diminui o tamanho do estômago; por isso ele se enche mais rapidamente, com menor quantidade de comida. Ao comer menos, se perde peso.

 

  1. Em que ritmo se perde peso?

Depende um pouco de cada pessoa. Ao final de um ano perde-se em torno de 1/3 à metade do peso. Em 18 meses, aproximadamente, atinge-se o peso oferecido pelo procedimento cirúrgico.

 

  1. Como deixo de perder peso?

Quando chegar ao seu peso equilibrado que, de antemão, não se pode precisar, o organismo se reajusta à nova quantidade de alimentos ingeridos diariamente e se mantém o peso. O peso que se perde é essencialmente gordura, e não das partes nobres do organismo (músculos, órgãos vitais como fígado, rins, coração).

  1. Cai o cabelo?

Sim, no início vai cair um pouco, porém, isto é temporário e depois volta ao normal.

  1. Essa cirurgia é reversível?

Sim. A cirurgia é reversível, entretanto, caso se desfaça a cirurgia, o paciente voltará a ganhar peso imediatamente.

       10. Quando posso realizar atividades domésticas?

Poderá retornar às atividades domésticas após 10 ou 15 dias, com cuidado para não flexionar o tronco anteriormente, nem levantar peso, não esquecendo de fazer pausas durante as atividades e descanso após o meio-dia.

       11.Em quanto tempo depois da cirurgia poderei tomar chimarrão?

O chimarrão pode ser consumido a partir da quarta semana após a cirurgia, mas com alguns cuidados: não pode ser muito quente, de preferência deve ser morno, evitar ingerir os primeiros e dar espaço de pelo menos 10 minutos entre um e outro.

 

       12.O suplemento vitamínico engorda?

Não. O suplemento de vitaminas e sais minerais serve para garantir que o organismo receba esses nutrientes que são essenciais para seu sistema de defesa e regulação de órgãos vitais, já que esses estão minimizados nas refeições, devido ao desvio da primeira parte do intestino.

       13. Vou poder comer tudo após a cirurgia?

Sim, porém em menor quantidade e mais devagar. Comer bem, com horário, com qualidade e o suficiente para viver.

         14. Quais os objetivos da atividade física após a cirurgia da obesidade?

Otimizar o processo de emagrecimento, manter e recuperar a massa muscular, promover ação no estilo de vida da pessoa, tornando-a fisicamente ativa.

        15. Quanto tempo após a cirurgia pode-se fazer atividades físicas?

Até 60 dias após a cirurgia são indicadas caminhadas leves a moderadas, após este período são iniciadas atividades mais intensas. Que tipo de exercício é indicado? Exercícios aeróbios, de resistência muscular e de flexibilidade, dependendo da avaliação, dos objetivos e do período em que o praticante se encontra.

 

 

 

Conhea as perguntas mais frequentes sobre a cirurgia baritrica

Confira outras notícias

Receba nossos informativos em seu e-mail

Site produzido pela Netface

© 2019 Equilibrium. Todos os direitos reservados
Política de Privacidade   |   Recomende o Site