Entenda como funciona o balão intragástrico
Equilibrium - Centro Terapêutico da Obesidade
Telefone Equilibrium Facebook

Cirurgia Plástica

Cirurgia plástica estética, reconstrutora e procedimentos não cirúrgicos...

Entenda como funciona o balão intragástrico

Data: 14/04/2020

Neste momento você deve estar em casa, em isolamento, em função da pandemia de coronavírus. Mesmo assim, achamos importante compartilhar conteúdos que possam ser do seu interesse.

Logo que tudo isso passar, você que sofre com a obesidade, pode pensar em se submeter ao balão intragástrico, por isso hoje vamos falar um pouco mais sobre esse procedimento.

 

O que é o balão intragástrico?

O balão intragástrico é uma bola de silicone, resistente e maleável, preenchido por um conteúdo liquido (soro fisiológico e um corante chamado azul de metileno, o que confere sua cor azul), projetado para ser inflado dentro da câmara gástrica. Ele pode ficar até 1 ano no paciente e é feito através de endoscopia.

 

É indicado para mim?

Se você sofre com excesso de peso e não possui nenhuma contraindicação ao procedimento, ele pode ser indicado para você. Não existe ainda uma idade mínima ou máxima estabelecida que impeça o procedimento de balão, porém não é recomendado para quem tem menos de 16 anos, a não ser que seja indicação de um pediatra ou endocrinologista.

Porém, existe um perfil que está mais propenso a passar pelo procedimento: são aqueles que precisam perder uma quantidade substancial de quilos, mas que apenas dieta e exercícios não resolveriam ou uma cirurgia bariátrica já seria demais. Essa faixa de pacientes entre o tratamento conservador (medicamentos, dieta e exercícios) e a tratamento cirúrgico (cirurgia bariátrica) se configura o melhor público para o balão. Obviamente qualquer pessoa com IMC maior ou igual a 27 pode optar pelo balão, mas isso deve ser levado dentro do contexto de cada paciente e observado pelo médico.

 

Vantagens do balão intragástrico

• Feito em caráter ambulatorial, sem necessidade de internação hospitalar;

• Não é cirúrgico, portanto uma técnica conservadora, sem cortes;

• É transitório e completamente reversível. O tratamento pode ser interrompido a qualquer momento se for desejo do paciente ou indicação do médico;

• É repetível. Diferentemente da cirurgia, esse tratamento pode ser realizado mais de uma vez, quantas vezes for necessário, porém, sempre observando as orientações do médico;

• Tem uma perda média no Brasil em torno de 20% do peso total da pessoa;

• É considerado um tratamento de baixíssimo risco de complicações e morte, ou seja, bem seguro se respeitado as condições clinicas do paciente.

 

Agora que você já sabe um pouco mais, mande sua dúvida aqui pelo site, nas mídias sociais ou no 55 3322-8144 e vamos conversar mais sobre o balão intragástrico.

Entenda como funciona o balo intragstrico

Confira outras notícias

Receba nossos informativos em seu e-mail

Site produzido pela Netface

© 2020 Equilibrium. Todos os direitos reservados
Política de Privacidade   |   Recomende o Site